Categoria: EDUCAÇÃO

EDUCAÇÃO FINANCEIRA PARA CRIANÇAS!

Por Beautyslime

“Mamãe, por favor, me compra um celular novo? Papai, cadê o skate novo que você ia me comprar? Já comprou a minha boneca, Vovó?”

De uma forma ou de outra, variando o objeto de desejo, essas frases fazem parte do cotidiano de qualquer família contemporânea que tenha filhos. Em todas as formulações dessas frases aparece um verbo que está intimamente ligado às regras do mundo em que vivemos: comprar.

As redes sociais e os outros meios de comunicação estão cada vez mais preparadas para divulgar as novidades do mercado; e é muito bom poder consumir os produtos e bens que se quer.

Mas, como agir com os pequenos quando se pretende que antes de consumidores ávidos por novidades eles sejam pessoas felizes, realizadas e que estejam atentas a consumir só o que precisam?

Para além do consumo, os temas que envolvem as finanças e o mercado financeiro estão ocupando cada vez mais espaço na mídia e na atenção das crianças; seja no horário nobre da televisão ou nos principais sites de noticias das redes sociais. Fala-se a todo momento na assustadora variação do dólar, na verdadeira montanha russa que é a bolsa de valores, nos índices de inflação, Taxa Selic e outras mais.

Provavelmente, não são só as crianças que ao se depararem com essas notícias fazem questionamentos que podem ser resumidos em uma pergunta: “Como as oscilações da economia afetam a minha vida pessoal?”

Também costumam fazer parte dos questionamentos dos pequenos, perguntas conceituais como: “Por que o banco de chama banco?”, “Por que cada país tem uma moeda diferente?”, “Por que o dinheiro em papel se chama moeda?”, etc…

Uma das ferramentas mais eficientes para preparar as crianças para essas questões são os cursos de educação financeira. Eles têm feito bastante sucesso e são cada vez mais necessários.

As escolas terão que incluir o tema em seus conteúdos. Há excelentes cursos online ou presenciais que abordam o assunto, ajudam a conhecer melhor o universo financeiro e refletem sobre alternativas para mantermos uma relação saudável com o dinheiro e o consumo.

Esses cursos discutem como transformar sonhos em projetos; refletem sobre a diferença entre desejo e necessidade; ensinam que um orçamento bem planejado pode ajudar a realizar tanto as necessidades e os projetos como os sonhos e desejos.

Ainda se pode aprender a escolher o que se consome pela sua qualidade e não por apelos de marketing; a importância de se conhecer a origem dos produtos e de saber se os fabricantes respeitam as Leis; se os produtos não são produzidos utilizando mão de obra infantil, o sacrifício animal ou consumo predatório dos recursos naturais do Planeta.

Como aprender a poupar, controlar gastos e evitar a ‘assombração’ das dívidas, são assuntos de destaques nas aulas.

Mas você também pode criar o seu próprio curso de educação financeira para as crianças; focando mais objetivamente nas questões ao contexto e a realidade da sua família.

Comece, por exemplo, introduzindo o assunto presenteando os pequenos com o bom e velho cofrinho de moedas.

Que tal transformar as embalagens dos sabonetes líquidos da Beauty Slime em cofrinhos?

Elas têm um formato bem atraente para esse fim. E você e seus filhos podem criar um cofrinho para cada valor/tamanho de moeda e decorá-los com os adesivos que acompanham o Kit-Mix do Shampoo Beauty Slime.

Com esse gesto, além de ensinar as crianças a poupar, o que significa ajudá-las a se prepararem melhor para o futuro, você estará passando noções de sustentabilidade com o reaproveitamento das embalagens.

É só deixar a criatividade aflorar e transformar o aprendizado em uma brincadeira divertida!

Enquanto criam ou colocam as moedas nos cofrinhos, você poderá ir contando aos seus filhos histórias como que o nome ‘banco’ teve origem na Itália, na Renascença; e que isso se deu porque era assim que se chamavam as mesas onde as pessoas se sentavam para negociar.
Ou que a primeira transação financeira eletrônica aconteceu na Escócia, em 1983. Há muitas historias interessantes sobre a origem do dinheiro, da moeda e das interações financeiras.

Aqui vão dois links entre os muitos que você encontra na Internet e que abordam o tema de educação financeira para toda família com seriedade. Eles trazem ótimas opções de cursos e informações bem interessantes; que podem ser uteis tanto para ensinar para as crianças como para o seu próprio conhecimento.

O documento de cidadania financeira do Banco Central do Brasil:

https://www.bcb.gov.br/content/cidadaniafinanceira/documentos_cidadania/Cuidando_do_seu_dinheiro_Gestao_de_Financas_Pessoais/caderno_cidadania_financeira.pdf

E o portal online da Fundação Getulio Vargas:

https://www5.fgv.br/fgvonline/

Divirtam-se!