BEAUTY SLIME NEWS

Kids e teens têm agora um espaço de conteúdo exclusivo e divertido. Confira dicas, notícias e informações sobre tudo o que acontece no mundo!

Aprendendo com os animais de estimação!

Por Beautyslime on 14 de janeiro de 2020 em COMPORTAMENTO, Hora da brincadeira, LITERATURA INFANTIL, Pais e filhos

Está pensando em dar de presente um bichinho de estimação para seus filhos? Mesmo que não tenha sido você quem tenha pensado nisso, que essa ideia tenha partido deles, é bem difícil que uma família com uma ou mais crianças, ainda não tenha se deparado com essa questão.

Bons motivos não faltam!

A cada esquina, está cada vez mais comum se deparar com crianças, jovens, adultos e idosos se divertindo muito ao passear seus cães; e conversando com eles, interagindo com outras pessoas que amam os cachorros.

Além disso, basta sair à rua para encontrar uma placa anunciando a existência de um petshop. Eles estão por toda parte.

Esse assunto, a relação das pessoas com seus animais de estimação, rendem ótimas possibilidades de reflexão. Nesta semana, falaremos sobre os cachorros. Na próxima, será a vez dos gatos.

Para além da diversão de ter um cachorro brincalhão abanando o rabo, fazendo caras, bocas, ou alguma arte pela casa, cultivar uma relação com um “amor de quatro patas” é uma das experiências mais enriquecedoras e saudáveis que podemos ter; ou que se pode oferecer para a alegria e o desenvolvimento afetivo dos pequenos.

Ao abrirmos o nosso coração e a nossa casa para acolher um cachorro, pode ter certeza que essa escolha foi feita também pelo ‘dog’. Sim, nós também fomos escolhidos para sermos acolhidos, educados e cuidados.

Assim como os filhos para os pais, os animais de estimação para os filhos, para toda a família, na verdade, funcionam como uma experiência transformadora onde dar e receber, aprender e ensinar são potencialidades de todos os envolvidos.

Dizem algumas fontes que o cachorro, que é uma subespécie do lobo, foi uma das primeiras espécies domesticadas pelos seres humanos. Sorte nossa! Que ganhamos uma enorme possibilidade de aprender mais sobre nós mesmo.

Tudo começa com a escolha do cão!

Existem mais de trezentas raças de cachorro que formam criada para atender as mais diversas necessidades de interação com os humanos ao longo da história. Há cães de guarda, para companhia, que adoram crianças, etc.

Com uma rápida pesquisa na internet, visitas à petshops e as feiras de filhotes e também conversando com veterinários, você certamente encontrará a raça que mais combina com o contexto de sua família.

Mas há ainda uma possibilidade especial de se adotar um cão vira-lata; muitas vezes recolhido de maus-tratos e que não tinha se quer comer.

Optando por essa adoção, além de ajudar a salvar a vida de um ser indefeso, você já estará tomando uma atitude sustentável e que interage com o respeito, ética e o exercício da cidadania.
Sendo o cachorro escolhido um vira-lata “muito fofo” ou um cão de raça também “muito fofo”, afinal, ele não tem culpa de ter nascido assim, os próximos passos dos cuidados preliminares, se forem dados junto com as crianças, estarão mostrando a elas vários dos temas com os quais ela irá se deparar pela vida.

Desde os cuidados com as vacinas e exame físico, com a adequação da casa à chegada do novo ser vivo que tem rabo, que nunca conviveu com as pessoas que lá estarão, isso já envolve várias camadas de aprendizado.

Ensinar um pet a fazer as necessidades fisiológicas no lugar adequado também poderá ser uma grande aventura!

Ao educarmos um cachorro, o que muitas pessoas chamam de adestramento, estaremos mostrando a ele que há limites no mundo, que ele não está sozinho, que pode contar com você e com os outros a sua volta para o que der é vier. Saber de tudo isso, certamente, tornará esse ser vivo mais seguro e feliz.

Esses dois parágrafos acima poderiam muito bem ser usados também para falar da nossa sobre a relação com a educação das crianças, não é?

Pense o quanto pode ser didático, ilustrativo, afetivo e divertido para as crianças ajudarem a alimentar, manter a água fresca e limpa e dar outros passos com os cuidados e a educação do seu novo cachorrinho.

Há alguns mitos sobre os quais gostaríamos de refletir também. Como dissemos antes, os cachorros foram domesticados em centenas de raças com características diferentes. Há afirmações, corretas, que uma determinada raça é muita agitada, que outra gosta de água, ou que destrói tudo o que vê pela frente, que tem tendência a engordar ou ainda que não é possível adestrá-la.

Algumas dessas afirmações são, de fato, bastante comuns; especialmente, sobre determinadas raças gostarem ou não de água ou serem ótimas companheiras para brincadeiras.

Agora, sobre ser impossível adestrar ou controlar a alimentação para que o cachorro não fique obeso, isso não é totalmente verdade.

Esses detalhes dependerão muito do empenho e da forma correta de ensinar as boas maneiras ao animal ou o controle das dietas. Além dos profissionais especializados, existem vários tutoriais na Internet com dicas preciosas sobre como educar os cachorros.

Os pets costumam ser excelentes companhias! Não só para as crianças, mas em todas as fases da vida; inclusive na terceira idade.

Agora é só escolher a melhor opção para o contexto de sua família, prepara a casa e principalmente o coração para viver essa aventura!

Boa sorte!